Tecnologia

Steve Jobs apresentou o seu mais novo brinquedo, o presidente da Apple tirou o laptop com 1,9 cm de espessura e com ótimo desempenho…

wel info

Como mágico que tira objetos surpreendentes da cartola, Steve Jobs tirou o seu novo laptop de um envelope típico de escritório. Gritos e aplausos, muitos aplausos, foram a resposta do público para o truque do presidente executivo da Apple na conferência Macworld Expo, em São Francisco. A novidade chama-se Macbook Air e é ao mesmo tempo a menor e maior investida de Jobs no mercado: menor porque este laptop tem a impressionante espessura de 1,9 centímetro; e maior porque ele possui disco rígido de 80 gigabytes, memória suficiente para rodar todo tipo de entretenimento digital. Como de costume, a novidade gerou alvoroço em todo o mundo, com milhares de pessoas já querendo adquirir o produto antes mesmo de o visionário Jobs acabar a sua apresentação. O presidente da Apple mais uma vez aposta na conectividade e na interatividade da internet. E, ao que tudo indica, ganhará novamente o jogo.

Ele pisou o palco da Macworld Expo com a ansiedade do balconista que quer mostrar imediatamente qual é a grande wel infodiferença e a vantagem de seu novo produto – neste caso, entenda-se, o tamanho. “Os computadores serão cada vez mais finos e mais potentes. Tive sempre isso em mente”, disse Jobs. Prova disso é que a tela do novo laptop mede 13,3 polegadas, embora o teclado seja igual ao dos demais notebooks. Outra novidade é que a máquina não vem com leitor de CDs e DVDs. Segundo o presidente da Apple, os usuários não sentirão falta desses acessórios, pois poderão baixar músicas e filmes pela internet. Jobs, mais uma vez, tinha algo para tirar da cartola: deixar de colocar um leitor de DVD foi a brecha que ele precisava para falar de sua nova e vitoriosa investida – o serviço de aluguel de filmes pela internet. Ao fechar parceria com estúdios como Walt Disney, Universal e Sony, a Apple oferecerá até fevereiro mais de mil filmes no site iTunes, com preços variando entre US$ 2,99 (filmes mais antigos) e US$ 3,99 (lançamentos).

Aliando design sofisticado e reunindo em um único aparelho as principais tecnologias do século XXI, os produtos da Apple são desejados em todo o mundo. Em três décadas, Steve Paul Jobs, 53 anos, transformou a Apple Inc. numa lenda. Quando nos anos 80 perdeu espaço para o então presidente da Microsof, Bill Gates, seus equipamentos não faziam sentido porque ele estava à frente de seu tempo. Enquanto o mundo ainda caminhava na era do software, na relação entre homem e computador, Jobs pensava em equipamentos que interagissem entre si e se conectassem. Ou seja, os pensamentos de Jobs corriam na mesma sintonia da internet, na velocidade da banda larga. A partir de 1995, o jogo começou a mudar. A internet deu à Apple um lugar mais confortável e Jobs lançou um equipamento atrás do outro para funcionar em alta velocidade. “Think diferent” (pense diferente) virou o slogan de todos os produtos da companhia. Em 2001, veio a grande revolução: o tocador de música digital iPod. Foi assim que a Apple deixou de ser exclusiva da informática para ganhar o mercado dos eletrônicos. Não demorou muito para entrar em outro nicho: o das telecomunicações, com o iPhone, computador de mão com função de telefone lançado em 2007. A nova era digital é impulsionada pela mente criativa por trás da maçã. “Mantenha-se ávido, mas não se leve tão a sério. É nisso que me baseio”, diz Jobs.

Fonte: ISTOÉ

Continue Lendo

O jeca mais descarado e sem vergonha da internet.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *