Futebol

Durante muitos anos, principalmente na geração passada, quem dominava o mercado de games de futebol era a Konami, com sua fantástica série Winning Eleven, que foi uma febre para todo mundo que tinha um PlayStation 2 em casa, o que era bem perceptível no Brasil. Com código aberto, a edição 10 foi a mais difundida, com versões modificadas que incluíam montes de times brasileiros e da América Latina. Até as músicas e menus ganhavam temas diferentes. E com a explosão da pirataria no PS2, simplesmente não havia espaço para a franquia FIFA.

wel info

Mas isso só faz apenas alguns anos, e a série FIFA Soccer, da EA Sports, voltou dos mortos quando começou a investir em algo que Winning Eleven (agora conhecido mundialmente por seu nome europeu, Pro Evolution Soccer) pareceu esquecer com o tempo: jogabilidade. A Konami deve ter pensando “se não está quebrado, não conserte”, pois poucas mudanças foram percebidas nas últimas edições.

Assim, FIFA deu a volta por cima e se tornou não somente a melhor franquia de futebol, mas também uma das melhores de esportes em geral. Mas apresentar os melhores controles não é mais suficiente para a EA. Sempre é possível fazer algo melhor.

wel info

Sem dar a menor explicação, David Rutter, produtor de linha de FIFA 12, divulgou em nota oficial que este promete “ser um ano revolucionário para o FIFA… especialmente no departamento de jogabilidade.” Apesar das já impressionantes modificações no controle de bola e no ritmo de jogo como um todo, que garantiram à edição deste ano um realismo visual único, novas mudanças estão por vir.

Vale lembrar que FIFA 11 vendeu (incluindo todos os consoles, portáteis e PCs) 11 milhões de cópias no mundo todo e a série é dona de 75% do mercado de games de futebol. Estas mudanças na jogabilidade devem ser divulgadas em breve. Fique ligado.

Fonte: TechTudo

Continue Lendo

O jeca mais descarado e sem vergonha da internet.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *