02/07/2011

Conheça o menor homem do mundo

Junrey Balawing tem 55 centímetros de altura a fez 18 anos no mês passado. Bebe uns goles de uma cerveja quase tão grande quanto ele enquanto celebra ser o homem mais pequeno do mundo. O filipino receberá a coroa no dia do seu aniversário, atribuída pelos recordes do mundo do Guiness. Assim, ultrapassará Khagendra Thapa Magar, o nepalês que só será oficialmente o homem mais pequeno do mundo – com 61,2 centímetros -, até amanhã.

wel info

“Estou tão animado! Eu sou pequeno, mas agora sou um homem. Experimentei cerveja pela primeira vez e gostei, mas só posso beber um bocadinho. Agora quero uma esposa bonita, que sei que vai ser mais alta que eu”, disse Balawing. A sua mãe Concepcion, de 35 anos de idade e o pai, Reynaldo, de 37 são de uma pequena aldeia perto da cidade de Zamboanga del Norte. Foram convidados para uma recepção com o presidente local. “Nós fomos avisados que o pessoal do Guinness precisa de medir Junrey três vezes num dia para confirmar a sua altura. Só então podem proclamá-lo o mais pequeno homem do mundo.”, explica a mãe.

wel info

“É muito emocionante, porque somos uma família pobre e coisas como esta nunca aconteceram antes. Eu nem posso acreditar que Junrey vai ser famoso em todo o mundo e que há pessoas a vir de países como a Inglaterra e os Estados Unidos para o verem”, acrescenta, orgulhosa. O jovem é do mesmo tamanho de uma criança de um ano de idade e gosta de andar em cima dos ombros do pai ou ao colo da mãe. A família diz que Junrey parou de crescer no seu primeiro aniversário. Aos dois anos a mãe levou-o ao médico que disse que nada de estranho se passava e mais tarde, aos 12 anos Junrey voltou ao médico, mas o único conselho que recebeu foi para tomar vitaminas que a família não podia pagar. Junrey é o mais velho de quatro irmãos. Jaycel, 13, Jay-arte, 11, e Jeanritch, seis, são todos altos e vão à escola. “Eu adoraria ser capaz de trabalhar, enquanto os meus outros filhos estão na escola, mas não posso deixar Junrey. Ele precisa da minha atenção a cada minuto de cada dia. Só pode andar com alguma ajuda e não pode ser por muito tempo porque fica com muitas dores”, conta Conception. “Mas ele adorou saber que é o mais pequeno do mundo! Está muito orgulhoso.”, conclui.

wel info