Futebol

Passada a maratona de clássicos entre o Barcelona e Real Madrid, Cruyff voltou a criticar Mourinho. O holandês, na habitual crónica do “El Periódico”, responsabiliza diretamente o técnico português por ter minimizado as hipóteses dos merengues se qualificarem para a final da Liga dos Campeões.

wel info
Principal sintoma da doença

“As vitórias do Real Madrid valorizam o que foi conseguido pelo Barcelona frente à equipa de José Mourinho. Foram quatro duelos diretos com destinos diferentes, mas duros. Mais desgastante mental do que fisicamente, por obra e graça do técnico português. Quatro duelos que já ficaram para trás, nos quais Mourinho não acertou nem uma vez na tomada de decisões. Nem fora do campo, nem na hora de preparar as partidas”, afirma Johan Cruyff.

Na opinião do holandês, o Real ganhou a Taça frente ao Barcelona pela diferença mínima na prorrogação. Ganhar ou perder não tem nada que ver com jogar bem.  Vendo o resultado e a equipa que jogou no Sevilha-Real Madrid (2-6), mais do que um madridista estará a perguntar-se o que poderia ter acontecido com os outros onze jogadores que esteve frente ao Barcelona”.

Cruyff afirma ainda que, Mourinho sofre de “barcelonite” e acusa-o de semear a discórdia com as suas declarações. “Mourinho tem as suas abordagens para defrontrar, unicamente, o Barcelona. Não teria de ser assim se confiasse na sua equipa, mas, como treinador, é dono e senhor das suas decisões”, concluiu.

wel info
Imprensa Marrom: Ganso se machuca
wel info
A Origem dos Memes: Guia definitivo
Continue Lendo

O jeca mais descarado e sem vergonha da internet.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *