• Vídeos

    O que mais tem no mundo é gente chata

    gente chata

    Primeiramente, o que mais tem no mundo é gente chata. E tem chato pra tudo. Sem querer ser chato, confira a lista com alguns desses tipos de chatos.

    Está chegando o final de mais um ano e está chegando também a hora de você se deparar com um montão de gente chata. E quem não gosto dos chatos também é chato pra caramba. Normalmente, a pessoa chata diz que você engordou, adora inventar apelidos, fala mal de todo mundo, nunca sabe a hora de parar. Mas, além disso, existe outras situações em que o chato consegue ser ainda mais chato.

    Assista ao vídeo:

    Curtiu? Inscreva-se no canal Parafernalha.

  • mister catra
    Famosos

    10 dicas do Mister Catra para seduzir mulheres

    mister catra

    Se o lance é se dar bem com a mulherada, é melhor falar com quem entende do assunto. Aprenda a seduzir com Mister Catra, que atualmente mora com seis mulheres e é pai de 32 crianças.

    Confira 10 dicas infalíveis do cantor para chegar ao fim de ano com a sua cara-metade:

    1. O importante é sempre estar cheiroso. Se chegar fedendo não ganha nem uma risada.
    2. Segundo passo para sair da seca. Tem que está de hálito bom. Se chegar no bafo, ferrou… Ela vai fazer aquela famosa cara de quem cheirou cocô e você achando que ela está de marra…
    3. Chega de leve, sendo engraçado. Olha eu aqui pra confirmar… Já que beleza nunca foi meu forte, sempre faço elas irem primeiro. Se ela rir pode ter certeza… A noite vai ser boa!
    4. Nada de ficar acompanhado de muitos amigos. Os amigos querem sempre o que é seu. Então, no máximo um. E se ele morar na sua… abandona esse candango.
    5. Mulher gosta de ser admirada, vai logo falando que ela está linda. Que o cheiro dela é maravilhoso.
    6. Vai dançando do lado dela, encosta seu corpo no dela, que elas ficam loucas.
    7. Chama ela no cantinho, passa mão no cabelo dela, enquanto estiverem conversando.
    8. Tenta da um beijo de leve.
    9. Já chama pra perto de você…
    10. Dá uma boa pegada. Se a pegada não for boa, ferrou. Vai perder a mulher!

    Fonte: EGO

  • fim de ano sem estresse
    Dicas

    Dicas para um fim de ano sem estresse

    fim de ano sem estresse
    Este é o único cara que gosta de trabalhar de saco cheio.

    A maratona de fim de ano é capaz de enlouquecer qualquer um. Festas, compras, viagens, falta de grana, planos para o ano novo, correria no trabalho… Enfim, isso deixa todo mundo maluco.

    Pensando nisso, listamos algumas dicas para você saber lidar as armadilhas dessa época. Confira:

    Angústia

    Ela pode ser provocada por frustrações decorrentes de planos não concretizados ou questões não resolvidas com ao passar do tempo. Analise os motivos que levaram a isso, tente resolvê-los e siga adiante. Outra possibilidade é que o sentimento venha do medo do que está por vir ou por sensação de insegurança e impotência. Reconhecer as dificuldades e tentar administrá-las pode ser a solução. Caso não consiga, procure ajuda profissional.

    Irritabilidade

    Os comerciais de TV e as lojas enfeitadas o induzem a um frenesi? A obrigação de ter que celebrar pode ser mesmo problemática. Procure abstrair, não mergulhando nessa onda. Tenha um bom senso e programe-se com antecedência para as compras. Mas e se o problema for falta de grana? Nesse caso, diminua as expectativas e repense a aquisição de roupas novas, eletrônicos e a viagem dos sonhos. Permita-se outras possibilidades, traçando plano B e C.

    Insônia

    Naquele “relatório pessoal” em que contabiliza ganhos e perdas do ano, o que não deu certo o preocupa? Não caia nessa! Valorize o que houve de positivo – isso será seu estímulo. Agora, se nem tudo está como gostaria e você se sente pressionado pela necessidade de ser feliz, é preciso ajustar-se à realidade. A felicidade está relacionada  a um estado complexo, que envolve não apenas posses e status, mas astral, prazer físico, exercícios, etc.

    Ganho de peso

    Você se envolveu no clima e quer viver intensamente cada minuto, como se não houvesse amanhã? Tudo bem, isso acontece. Só preste atenção se é algo pontual, porque a compulsão por comida e bebida é um descontrole em relação a um comportamento e requer ajuda profissional. Porém, se você anda comendo muito e justifica isso com “eu mereço” ou “trabalhei tanto”, fique ligado: a obsessão pode ser a compensação para estados de espírito como tristeza, estresse e ansiedade.

    Fonte: Revista VIP

Continue Lendo